quarta-feira, 8 de setembro de 2010

lilith


imagem: simplifica/flickr


cria de sangue e saliva
viva expressão
da Mulher carne,
plena de sonho e desejo
dona do seu beijo
e da sua nua
caverna lunar.
o contrário de Eva
mas também inicio:
do cio, do gosto
do sal e do mel
na boca e na pele:
as viagens pelo tempo
não a curvaram,
antes, a curaram ,
como vinho raro.

2 comentários:

Albuq disse...

Belo

fernando cisco zappa disse...

criva o dente
que estra
vasa
desa.rolhamento
e vai
vindoura
mulher
comer o danilo

bravo! bravo!
um abraço mui terno
meu camarada!