terça-feira, 3 de julho de 2012

ssssshhhhhhhhhh


ssssshhhhhhhhhh
silêncio:
passadas já
tantas lutas
latas tantas chutadas
frutos amargos e doces
doze tantas vezes doze
muitos cantos entalados
enlatados outros em poemas
anamorficos
sssssssshhhhhh!


imagem: arquivo particular 07/2011

sessenta e dois
sesssssssssssenta
e dois
ssssshhhhhhhhhh
silêncio:
passadas já
tantas lutas
latas tantas chutadas
frutos amargos e doces
doze tantas vezes doze
muitos cantos entalados
enlatados outros em poemas
anamorficos
sssssssshhhhhh


silêncio
na platéia:
dou-me de presente
o que pressente
esse poema emblema:
um silêncio intrincado
em meu próprio uni
verso

2 comentários:

Albuq disse...

Verso em forma de silêncio.

Adriana Godoy disse...

Tão íntimo, tão doído, tão belo. Beijo